Poder pessoal: assuma a responsabilidade pela própria saúde

Poder pessoal: assuma a responsabilidade pela própria saúde

A saúde é o nosso bem mais precioso, portanto, não podemos colocá-la nas mãos de terceiros, ainda que sejam médicos e profissionais de saúde treinados.

Isso não quer dizer que vamos negligenciar nossos exames periódicos, abandonar tratamentos, deixar de tomar as medicações necessárias, ignorar a necessidade de cirurgias e não mais confiar em profissionais de saúde, muito pelo contrário!

Significa que seremos os principais responsáveis pela nossa saúde, cuidando dela a todo momento através de decisões em nossas vida que promovam o bem-estar e o bom funcionamento do organismo.

Assim, estaremos trabalhando em parceria com os médicos para cuidar bem de nós. Neste artigo, falaremos sobre como você pode fazer isso a partir de hoje. Confira:

1. Assuma a responsabilidade

A palavra “responsabilidade” pode assustar muitas pessoas, porque é bastante ligada a obrigações, pressão, esforço e punição – caso não consigamos dar conta das responsabilidades que nos foram confiadas.

mulher_feliz_saudavel_verdeMas a responsabilidade é também sinônimo de liberdade, poder de decisão, ordem, controle, segurança.

Se você está com algum problema de saúde, assuma a responsabilidade por ele. Isso não quer dizer, novamente, se sentir culpada por estar doente.

Apenas procurar ver se a doença não pode ter sido causada ou agravada por algumas decisões tomadas ao longo da vida, e se você não poderia melhorar seu estado de saúde ao realizar mudanças em sua forma de viver, se alimentar, se relacionar.

2. Invista na alimentação

Os alimentos são fonte de saúde ou de doença. Sabemos disso, mas, muitas vezes, fingimos não saber para continuar comendo apenas o que nos dá prazer.

sono-cereja-11Outro fator importante é a procedência e qualidade dos alimentos que consumimos. É fato comprovado que os orgânicos são muito melhores para nossa saúde, por não estarem contaminados pelos agrotóxicos e outras substâncias que são um verdadeiro veneno para nós.

Mas, por conta do preço, muitos preferem continuar consumindo os vegetais plantados com substâncias químicas. Tome outro caminho: invista em alimentos orgânicos, de boa procedência.

Assim, além de estar cuidando de si e com a consciência tranquila, por estar se proporcionando o melhor, você também economiza em médicos, tratamentos de saúde e medicamentos.

3. Relacionamentos tóxicos: aprenda a dizer não

É também um fato comprovado que as emoções têm um impacto direto sobre a nossa saúde. Nesse contexto, os relacionamentos têm um papel central.

Algumas pessoas podem ser consideradas tóxicas quando lhe fazem mais mal do que bem, e continuar relacionando-se com elas pode causar graves problemas para a sua saúde, sendo a depressão e ansiedade apenas dois exemplos.

Depende de você decidir se quer ou não continuar num relacionamento tóxico ou abusivo, por medo, acomodação ou apenas por achar que “não merece nada melhor”.

Nesse tipo de relação tóxica, você sempre termina tendo que suportar coisas que não quer, como ofensas, agressões verbais ou físicas, exigências constantes, críticas, a sensação de que tudo é sempre “culpa sua”, etc.

Dê um basta nessa situação e acredite que merece e pode ter relacionamentos saudáveis, reais, nutritivos, que façam bem à sua saúde, e não o contrário.

4. Faça seus exames de rotina

A medicina alopática é repleta de recursos essenciais para a nossa saúde. Para saber como anda seu organismo por dentro, é fundamental realizar checkups anuais, consultando-se com seu médico de confiança.

Saber como anda sua taxa de glicose, como está a pressão sanguínea, o funcionamento do coração, fígado e de outros órgãos vitais, taxas hormonais etc., é parte importantíssima dos cuidados com a saúde.

As mulheres e os homens também precisam sempre cuidar de seus órgãos reprodutivos, consultando-se regularmente com um especialista.

5. Simplifique a sua vida

Um grande inimigo da saúde e do bem-estar é o estresse e as pressões que assumimos para atingir nossas metas na vida.

familia_com_cachorroAlmejar o sucesso e se esforçar para realizar seus sonhos é louvável e faz bem, mas sem exageros.

Descomplique. A vida deve ser aproveitada, degustada com prazer. Se possível, reserve tempo na sua agenda para o lazer com familiares e amigos, pessoas queridas que possam “recarregar” suas baterias.

Procure um trabalho que lhe dê prazer, não apenas status, segurança e dinheiro. Encontre maneiras criativas e prazerosas de se expressar e cultive alguma forma de fé, desenvolvendo sua própria espiritualidade, um lado importante da saúde também.

6. Autoconhecimento: a chave da boa saúde

Conhecer a si mesmo, saber seus defeitos e qualidades, o que lhe faz feliz ou não, o que funciona e o que não funciona em sua vida, tudo faz parte de um autoconhecimento muito necessário para a nossa harmonia interior.

Você verá como vai se sentir melhor ao explorar suas paisagens interiores, através de técnicas milenares, como a meditação, ou até a psicoterapia tradicional. Conhecer-se lhe dará o maior dos tesouros: a compreensão profunda de seu verdadeiro eu.

Categorias: Saúde