6 Dicas para Comer Saudável e de Forma Económica

6 Dicas para Comer Saudável e de Forma Económica

Comer de forma saudável e equilibrada é uma excelente forma de se manter saudável e até uma boa maneira de emagrecer. Contudo comer saudável normalmente significa gastar mais dinheiro. Os produtos saudáveis podem ser bem mais caros que produtos mais processados e industriais. Quem costuma andar as compras sabe que um pacote de bolachas sai mais barato que um saco de espinafres, por exemplo. De facto estudos demonstram que os alimentos saudáveis são cerca de 3 vezes mais caros por caloria do que os alimentos menos saudáveis. Então o desafio passa por saber como comer de forma saudável sem gastar todo o orçamento.
Neste artigo são apresentadas algumas dicas de como comer de forma saudável mas economizando dinheiro.

1 – Produtos da época
Durante a época da colheita de alguns legumes e frutas o preço é mais baixo uma vez que existe um grande aumento da sua disponibilidade. Outra vantagem dos produtos da época é que as frutas e vegetais estão no período em que têm melhor sabor e mais nutrientes. Normalmente as pessoas não sabem quais são os legumes ou fruta da época pelo que deve sempre tentar informar-se antes de comprar.frutas-epoca-do-ano

 

2 – Ignorar alimentos orgânicos e biológicos
Os vegetais regulares possuem uma maior quantidade de pesticidas e outros químicos quando comparados com vegetais biológicos. Contudo por vezes esta diferença não é assim tão grande. Por exemplo o milho, abacate e a cebola possuem uma quantidade mínima de produtos químicos nas plantações, pelo que pode optar por comprar estes alimentos sem serem biológicos.
Atenção que os pêssegos, morangos ou uvas absorvem muitos pesticidas.

3 – Não evitar as marcas
É verdade que as grandes marcas são tendencialmente mais caras. Isto acontece muito com calçado e vestuário. Mas se há marcas que se devem acompanhar são as marcas de comida saudável uma vez que elas têm produtos de grande qualidade e muitos deles são biológicos.

4 – Optar por comprar a granel
Provavelmente esta é uma das dicas que permite reduzir mais custo. Comprar feijão, grão, azeite a granel, ou seja em grandes quantidades, permite reduzir o número de embalagens e os custos. Além disso permite gerir as despesas mais facilmente e economizar tempo por não ter de ir ao supermercado todos os dias.

5 – Congeladoscongelados-6
Frutas e legumes são uma opção bastante acessível para quem quer comer vegetais mais baratos. Além disso os legumes e frutas congelados podem ter mais nutrientes do que os legumes e frutas frescos que se encontram à venda. Estes alimentos fazem viagens muito longas e acabam por perder algum do seu valor nutricional, mesmo quando armazenados em excelentes condições de distribuição. Um estudo demonstrou que os alimentos frescos perdem cerca de 45 por cento do seu valor nutricional desde que são colhidos até chegarem as prateleiras dos supermercados.

6 – Guardar as sobras
Não desperdices sobras nem vegetais que pense que já não são muito frescos. Para além de diminuir o desperdício esta abordagem pode permitir reduzir o número de horas que se despende a cozinhar. Opte por cozinhar para várias refeições do que apenas só para uma vez.

Aproveite estas dicas e irá começar a poupar. São dicas que demonstram que é possível economizar mesmo comendo saudável.

comer-bem-mais-barato-sopa-tomate-acorda-maca-agua

Categorias: Alimentação, Saúde