7 Dicas para Nadar Melhor

7 Dicas para Nadar Melhor

Ir à piscina é um desporto cada vez mais comum sendo que as pessoas trocam horas de ginásio por idas à piscina. A piscina é uma ótima maneira de fazer exercício físico contudo nem toda a gente sabe nadar nem consegue aproveitar da melhor forma a piscina. Nem todas as pessoas podem pagar um treinador pessoal por isso acabam por aprender com os parceiros de exercício ou tentam copiar os movimentos de outros nadadores.
Este artigo apresenta algumas dicas que ajudam a aprender a nadar melhor, focando alguns aspetos importantes para todos os estilos e tipos de natação.

1412820-piscina

1 – Não nade sem respirar
Para nadar corretamente não deve segurar a respiração. Nadar sem respirar origina acumulação de dióxido de carbono nos pulmões, provocando a sensação de falta de ar. Expire constantemente o ar pela boca e nariz, mesmo enquanto o seu rosto estiver debaixo de água, para impedir a sensação de falta de ar. Quanto à inalação ela deve ser feita de 3 em 3 braçadas. Isto permite que a respiração seja feita em ambos os lados do seu corpo pelo que o aporte de oxigénio é mais eficiente.

respiração

2 – O importante é relaxar
Parece fácil, mas assim que se começa a nadar sentimos a dificuldade de estar dentro de água. Os profissionais parecem peixes a nadar, deslizando na superfície da água de uma forma quase natural. O truque é relaxar e canalizar a energia apenas para os movimentos que permitem deslocar o corpo dentro de água. Uma técnica que deve praticar é flutuar de barriga para baixo à superfície da água.

3 – Mantenha a coluna direita
Deve tomar a mesma posição dentro de água como em terra. O pescoço deve estar alinhado com a coluna e o rosto virado para a frente. A água deve tocar no centro da sua cabeça e o rosto deve apontar para o fundo da piscina.

4 – Pense em deslizar
A braçada na natação é diferente por exemplo da pedalada na bicicleta. Na bicicleta a pedalada é contínua, não existindo pausa entre os movimentos do pé direito e os movimentos do pé esquerdo. Por outro lado, na natação as braçadas não são contínuas devendo existir uma pausa entre a braçada direita e a esquerda. O curso das braçadas devem ser separado por um pequeno deslizar, ou seja, depois do braço entrar na água este deve ficar totalmente estendido por alguns segundos antes começar um novo movimento.

5 – Bater sempre os pés
Os pés são tão importantes com os braços. Relaxe os joelhos e bata os pés de cima para baixo. Eles devem fazer um pequeno splash mas a maior parte do movimento é feito dentro de água.

6 – Gire o corpo, mas não demais
Girar corretamente o corpo é muito difícil mas permite cortar a água como uma faca. O segredo é 1844não promover rotação em excesso. Considerando o fundo da piscina 0 graus e o lado da piscina 90 graus, o tronco não deve rodar mais que 45 graus para cada lado, ou seja, nunca vira totalmente na direção dos lados da piscina.

7 – Trace uma linha central imaginária
Durante as braçadas nunca deve cruzar com os braços a linha imaginária no centro do seu corpo. Os braços entram na água na direção dos ombros. Ao encolher o braço deve fazer desviar um pouco o braço para fora e depois puxar para trás. Durante todo o movimento os dedos devem apontar para o fundo da piscina.

Se frequenta a piscina experimente estas dicas e sinta as diferenças.

Categorias: Fitness, Saúde