Comer Gordura Pode Ser Bom Para O Cérebro

Comer Gordura Pode Ser Bom Para O Cérebro

A gordura sempre foi o mal-amado para os nutricionistas mas agora aparece como algo a ter mais em conta na dieta. Isto porque parece que este nutriente pode trazer benefícios para o funcionamento do cérebro.
Os nossos cérebros são compostos por cerca de 60 por cento de gordura pelo que acaba por ser perfeitamente aceitável que o seja necessário a presença de gordura no nosso organismo para o correto funcionamento do cérebro. É fundamental manter uma boa nutrição para manter um cérebro saudável, bem como todo o organismo. Na verdade, estudos mostram que a nutrição afeta o desenvolvimento do cérebro e o seu funcionamento ao longo de nossas vidas. Alimentando o seu cérebro com a gordura permite o processo de cetose que fornece energia para o cérebro e ajuda o protege de doenças do cérebro.

Gorduras boas para a mente e corpo
1 – Gorduras polinsaturadas
Estes nutrientes contêm ácidos gordos ómega-3 e ómega-6, que são ácidos gordos essenciais. Os nossos cérebros necessitam deles para funcionar corretamente. Além disso estudos demonstram que a ingestão de grandes quantidades de ómega-3 pode prevenir situações de depressão. omegaComo o nosso organismo não produz estes nutrientes é importante consumi-los na nossa dieta.

2 – DHA
O DHA é um ácido gordo ómega-3 que tem uma grande importância em algumas funções cerebrais. Existem evidencias que apontam para a melhoria de doenças como distúrbio bipolar através do consumo deste ácido gordo..

3 – Gorduras saturadas
Este é um dos principais constituintes das células cerebrais e por isso é necessário para a função saudável do cérebro. Investigações têm demonstrado que pessoas que comem mais gorduras saturadas têm menor risco de desenvolver demência, havendo uma redução de risco na ordem dos 36%. Este tipo de nutrientes é também benéfico para o fígado e sistema imunológico, ajudando também na manutenção dos níveis normais de hormonas.

Quais os alimentos saudáveis para cérebro?ansiedad-comida
1 – Salmão
O salmão é provavelmente um dos alimentos com maior quantidade de ómega-3. O salmão deve ser cozinhado ao vapor ou grelhado ligeiramente para manter a integridade deste nutriente. Para os fans de sushi esta é uma boa notícia uma vez que consomem a totalidade de ómega-3 porque o salmão é comido cru.

2 – Abacate, o superalimento
O abacate é rico em gorduras monoinsaturadas que são ótimas para a função cerebral e ajudam a promover o fluxo sanguíneo saudável no cérebro pelo que este pode funcionar em boas condições. Além disso este é um alimento que também é saudável para o coração. A sua dose de ácidos gordos monoinsaturados ajuda também a manter os níveis de colesterol e a prevenir a coagulação do sangue.

3 – Nozes
As nozes possuem gorduras insaturadas e vitamina E, e ambos contribuem para um melhor funcionamento do cérebro. Amêndoas e nozes também podem ajudar a proteger contra situações de demência.

4 – Ovos
O ovo possui gordura saturada e colina, que ajuda a manter a memória.

5 – Óleo de coco
Além de conter triglicerídeos de cadeia média, que suportam a transformação de gordura em tecido muscular magro, o óleo de coco pode ajudar a regenerar e curar a função neural dentro do cérebro.

Categorias: Alimentação