A Corda De Pular

A Corda De Pular

SpeedRopeA corda usada para saltar não é apenas um brinquedo de crianças, se usado corretamente é um excelente equipamento de fitness. Pular à corda é um treino de corpo total que permite queimar tantas calorias como uma corrida, sem todo aquele trabalho que é sair de casa para correr uns quilómetros. Na realidade pular à corda permite queimar calorias, melhorar a resistência aeróbia e anaeróbia, aumentar a força e fortalecer os ossos. Isto tudo sem ter de ir todos os dias ao ginásio e sem ter comprar material de ginásio caro e de grandes dimensões. A corda é fácil de arrumar e de pequenas dimensões pelo que para além de treinar em casa pode optar por dar uns pulinhos no parque, sendo facilmente guardada num saco de ginásio ou mala para fazer desporto em movimento. Além disso, uma corda de pular é bem barata.


corda
Benefícios de pular à corda
Pode parecer brincadeira de criança mas é mesmo um exercício que permite trabalhar todo o corpo, com enfase nos braços, pernas, abdominais, ombros e peito. Como é necessário utilizar tantas partes do corpo em simultâneo, sendo possível trabalhar a agilidade e a coordenação, bem como o equilíbrio.
Mas a esta altura já muitos se perguntaram se o impacto dos saltos não é prejudicial para as articulações e ossos? Na realidade este pode ser um problema mas como maior parte dos exercícios envolvem o uso das duas pernas, o impacto é menor sobre os joelhos porque a pressão exercida pelos saltos é distribuída pelas duas pernas. Acaba por haver menos impacto sobre os joelhos ao pular à corda do que a correr.
Para praticantes de voleibol ou ginástica, pular à corda pode ajudar a recuperar de lesões nos ombros devido ao estresse repetitivo.

Como começar a usar a corda de pular
Como já foi referido neste artigo, pular à corda é um exercício de elevada intensidade e que provoca alguma pressão nos joelhos e outras partes das pernas. Sendo assim é importante ter em consideração algumas orientações de segurança na prática destes exercícios. Primeiro que tudo é importante certificarmo-nos que o comprimento da corda é o ideal para que não seja necessário um excesso de movimento brusco e para que se possa manter as costas bem direitas durante os saltos. Para medir o comprimento ideal deve colocar um pé no centro da corda e elevar as pontas da corda e verificar se estas ficam à altura dos ombros.6500-corda-de-pular-com-rolamento-kestal-3507
Ao realizar os saltos o corpo deve ser mantido bem direito. Os cotovelos devem ficar a um ângulo de 90 graus, braços ao lado do corpo e para mover a corda são realizados pequenos movimentos circulares com os pulsos. Os saltos não devem ser muito altos uma vez que apenas devemos atingir a altura suficiente para a corda passar corretamente por baixo do nosso corpo. Por último é importante escolher um calçado que seja confortável e que dê o apoio adequado para que o impacto dos saltos seja minimizado.

Se ficou convencido não espere mais, vá a uma loja de desporto ou faça um pequeno assalto aos brinquedos dos seus filhos ou sobrinhos e experimente esta forma antiga e prática de realizar um pouco de fitness.

Categorias: Fitness