O Aquecimento Ideal

O Aquecimento Ideal

Quer seja um atleta profissional ou apenas um corredor de fim-de-semana, o aquecimento corporal deve estar sempre em primeiro na lista de coisas a fazer. Mas qual é a melhor maneira de aquecer? Que exercícios podem ser realizados para preparar o corpo e a mente para o esforço? Existem movimentos que se devem evitar?

Neste artigo encontrará as respostas a estas questões e muitas informações úteis sobre como fazer um bom aquecimento antes da prática de fitness.

Importante perceber
Na maioria dos ginásios, e até mesmo os treinadores de atletas de vários desportos, os instrutores usam movimentos que permitem relaxar e alongar os músculos tais como agachamentos ou levantar os joelhos.

4762651_orig

É possível obter um melhor desempenho na prática de exercício físico bem como evitar lesões se antes for realizado um aquecimento que permita realmente aquecer o corpo.

Cada aquecimento será diferente de acordo com o nível de preparação física que se possui e tendo em consideração qual o objetivo do treino. Contudo todos os aquecimentos devem tentar cumprir os 4 objetivos que são descritos a seguir:

1-Pcs-EVA-Physio-rolo-de-espuma-Yoga-Pilates-exercício-massagem-ginásio-de-Fitness-gatilho-blocos1 – Permitir que se solte
Aquecer as articulações, os músculos e preparar o corpo para o esforço do exercício. Existe quem use rolos de espuma para realizar os exercícios de aquecimento uma vez que ele permite cumprir este objetivo facilmente.

2 – Aumentar o ritmo do batimento cardíaco
Conseguir aumentar o ritmo cardíaco no aquecimento permite aquecer mais eficazmente os músculos bem como os interruptores do sistema nervoso. Fazer um pouco de bicicleta, ou correr num passo pouco acelerado, permite aumentar o ritmo cardíaco evitando grande esforços físicos. O ideal é praticar um exercício que provoque um esforço sem retirar o folêgo (temos de conseguir falar com os nossos parceiros de treino).

3 – Fazer alongamentos dinâmicos
Alongar os músculos mas não segurar durante demasiado tempo. Realizar alongamentos estáticos pode diminuir a performance ao longo do treino. É possível alongar de forma dinâmica, por exemplo movendo os braços em círculos, dar pontapés com as pernas para a frente ou simplesmente elevar os joelhos contra os cotovelos de forma constante. O importante é não parar em qualquer posição.

4 – Praticar
Fazer os exercícios do treino desse dia mas em intensidade muito menor. Isto permite ensinar os músculos, é uma forma de adquirir a chamada “memória muscular”. A realização desta adaptação neuromuscular permite continuar a preparar o corpo para os exercícios que vão ser praticados.

Concluindo
ss_10134990212Não existe uma rotina ideal para um aquecimento eficaz. Além disso não existe limite de variedade de movimentos de aquecimento que podem ser feitos. O importante é ter alguns exercícios que permitam aquecer o corpo, de forma divertida, e sem grande dispêndio de energias.

O aquecimento tem de ser agradável e temos de conseguir compreender os sinais do nosso organismo. Ninguém quer ficar cansado ou com lesões apenas de fazer algum tempo de preparação muscular.

Esta é apenas mais uma prática que deve ser incluída na agenda diária da prática de exercício físico. E não se esquecer de arrefecer no final.

Categorias: Fitness