Qual o Melhor Oleo Para Cozinhar?

Qual o Melhor Oleo Para Cozinhar?

Quem tem por hábito cozinhar vai necessitar de um pouco de óleo mais cedo ou mais tarde. O óleo permite adicionar sabor e humidade aos alimentos, tendo ainda a vantagem de impedir que os alimentos peguem às panelas. No entanto tem que se saber qual o tipo de óleo que se deve usar uma vez que alguns óleos aguentam as altas temperaturas mas outros perdem o seu sabor e a sua qualidade nutricional original. Normalmente os óleos são uma melhor opção que as gorduras sólidas porque estas tendem a queimam mais rapidamente. É também importante compreender que cozinhar com óleo em vez de manteiga ou banha de porco permite preparar pratos mais saborosos e saudáveis, sendo uma excelente opção para quem pretende diminuir o consumo de gorduras saturadas.
Vejamos então alguns tipos de óleos que podem ser usados para cozinhar:

1 – Azeiteazeite_oliva
Este é provavelmente uns dos melhores óleos para usar na culinária. É muito saboroso na sua forma natural, sendo um delicioso tempero de saladas, mas é também uma excelente opção para cozinhar. O azeite é rico em gorduras monoinsaturadas e é uma boa fonte de fitoquímicos que ajudam a prevenir alguns tipos de câncer. Existem evidências científicas que sugerem que o azeite extra-virgem reforça o sentimento de saciedade após uma refeição contudo não deve ser usado para cozinhar a temperaturas altas porque sofre degradação. O azeite na forma natural, por outro lado, pode atingir temperaturas de cerca de 200 °C sem perder muitas das suas propriedades.

2 – Óleo de canola
Para além de ser um óleo económico, o óleo de canola é também uma grande fonte de ácidos gordos essenciais como o ácido linoleico (conhecido por ómega-6) e ácido alfa linolenico (ómega 3). É importante ingerir estes nutrientes porque o nosso organismo não os consegue produzir.

3 – Óleo de cocooleo_coco_180413-600x400-600x400
Este consegue suportar temperaturas realmente altas, sendo uma excelente opção para fritar. E apesar do óleo de coco possuir uma grande quantidade de gordura saturada estudos indicam que possui uma combinação de ácidos gordos que pode melhorar os níveis de colesterol total. Existe ainda quem defenda que este óleo pode promover perda de peso e um sistema digestivo saudável.

4 – Óleo de semente de uva
Quando se fala em uvas normalmente as pessoas associam ao vinho, bebida conhecida a nível mundialmente. Mas este óleo é extraído das sementes e é rico em ácidos gordos e antioxidantes sendo outra boa opção para quem deseja perder peso.

5 – Óleo de sésamo
Todas as pessoas que sofrem de pressão arterial alta podem optar por utilizar 31este tipo de óleo. É extremamente rico em ácidos gordos monosaturados, poli-insaturados (PUFAs), e vitamina E, que são nutrientes com benefícios para a pressão sanguínea.

Conclusão
Quando se trata de associar o consumo de um óleo de cozinha a uma dieta diária tudo se resume à temperatura a que se cozinha. Para manter o seu conteúdo de ácidos gordos e evitar sabores desagradáveis nos alimentos deve-se sempre escolher um óleo que seja adequado para as temperaturas que vão ser usadas. Por exemplo, um azeite de alta qualidade deve ser utilizado apenas como condimento ou molho para salada, enquanto os referidos neste artigo podem ser usados para cozinhar.

Categorias: Alimentação