Porque Nos Sentimos Cansados Depois De Comer Uma Grande Refeição?

Porque Nos Sentimos Cansados Depois De Comer Uma Grande Refeição?

sono-depois-comerComo é sabido não devemos comer refeições demasiado grandes. Optar por comer refeições ligeiras, com pequenas porções, várias vezes ao dia, permite controlar melhor o peso e o trânsito intestinal. Uma correta alimentação é importante para mantermos o bem-estar, mas existem ocasiões em que nem mesmo os mais fortes resistem à tentação de comer mais um pouco. Seja porque se vai a um jantar de aniversário ou por causa de uma época festiva, muitas vezes acabamos por comer mais do que estamos habituados a comer. E quando comemos em demasia por vezes sentimo-nos um enorme cansaço, uma sonolência que aparece de forma quase espontânea e muitas vezes designada de “coma da comida”. Então o que acontece no nosso organismo depois de ingerirmos uma grande refeição que nos torna mais sonolentos?

 

A Explicação Científica!

resistencia-a-insulinaAlgumas pessoas acham que o peru, muito utilizado em jantares de épocas festivas, é rico em triptofano, uma substância que pode induzir de algum modo o sono no ser humano. Mas na realidade o peru não é das aves com maior quantidade deste aminoácido indutor do sono. Então qual a ciência por detrás da sonolência pós-prandial? Para começar, quando se realizam jantares ou almoços comemorativos existe a tendência para abusar  de comidas com elevado teor de carbonohidratos e de gorduras. Comer duas ou três porções destes pratos faz com que o sangue se concentre mais na zona do aparelho digestivo para os alimentos serem ais facilmente digeridos. Como o sangue flui mais para junto dos órgãos do sistema digestivo o resto dos órgãos do organismo (incluindo o cérebro) começam a funcionar a ritmos mais lentos, sofrem uma desaceleração.  Também a elevada concentração de níveis de glicose na corrente sanguínea pode desencadear uma sunita necessidade de dormir. Altos níveis de açúcar no sangue levam à liberação de insulina, substância responsável pela absorção de todos os aminoácidos excepto o triptofano, que como já foi dito promove a sonolência. Estudos têm revelado que picos de glicose podem efectivamente desligar os neurónios responsáveis pelo estado de vigília e alerta ao mesmo tempo que ligam os neurónios que promovem o sono.

 

Pense bem antes de comer!

Um descanso ou uma sesta após comer uma grande uma refeição pode parecer tão tradicional como beber um café depois de comer, mas aqui ficam algumas dicas para evitar ter sonolência após as refeições.

 

– Começar Bem o Dia: Para evitar excessos em demasia ao longo do dia tente iniciar o dia com um pequeno almoço rico em proteínas e em vez de fazer poucas refeições em que coma muito tente fazer várias refeições com ingestão de pouca comida.

 

– Reduzir na Quantidade de Hidratos de Carbono: A quantidade média de carbohidratos que se deve ingerir por dia é cerca de 225 a 325 gramas. Mas é muito importante não abusar nos acompanhamentos com amido (como por exemplo pão e batatas).

 

– Não Beber: O álcool pode retardar a digestão por isso prefira beber água, principalmente à refeição.
 
– Pratique Mais Exercício: Fazer uma caminhada no seu bairro ou ir ao ginásio é uma excelente forma de conseguir fazer uma digestão mais rápida e eficaz

Categorias: Alimentação