Qual a melhor temperatura para dormir?

Qual a melhor temperatura para dormir?

Durante o verão, muitas pessoas recorrem ao ar condicionado para poder dormir uma noite tranquila de sono. Mas há o risco de exagerar nas temperaturas baixas, o que pode causar problemas à saúde.

Em geral, a temperatura ideal para dormir fica entre 21 e 23 °C, o que é considerado um clima ameno, como o da primavera ou do outono. Além disso, o corpo pode sofrer com o excesso de frio. Um dos principais incômodos causados pelo ar mais frio, sempre mais seco, é o ressecamento das vias aéreas, o que pode exacerbar alergias e abrir caminho para doenças infecciosas, causadas por vírus, fungos e bactérias.

frioPor isso, além de manter uma temperatura amena no ambiente, é preciso deixá-lo o mais arejado possível, além de manter os filtros do ar condicionado sempre limpos. O ideal é limpar os filtros a cada seis meses, mesmo que você só utilize o aparelho de vez em quando.

O calor excessivo durante a noite é uma das principais causas de insônia. A temperatura elevada do corpo impede que a pessoa pegue no sono. A pressão sanguínea se eleva com o calor e o organismo fica num estado de alerta.

Ao contrário, o ambiente mais frio convida ao sono. Ele resfria o corpo e estimula a circulação periférica, mantendo pés e mãos mais aquecidos. Por isso, é uma boa ideia manter uma bolsa de água quente nos pés em dias mais frios ou usar meias confortáveis, pois isso estimula o sono.

frio_riniteO ar seco liberado pelo ar condicionado pode causar irritação da garganta, tosse, espirros e coceira do nariz, entre outros sintomas. Uma boa maneira de evitar isso é usar o aparelho apenas para resfriar o quarto e desligá-lo após algumas horas. Você também estará economizando energia elétrica!

Quem tem o privilégio de morar perto da praia, ou em áreas próximas a grandes massas de água, como lagos, ou ainda em áreas arborizadas, que tendem a ter uma temperatura amena o ano inteiro, pode dispensar o ar condicionado e utilizar o ventilador, desde que o ar ventilado seja direcionado para o chão. O vento em excesso pode causar paralisia muscular num dos lados do corpo, entre outros problemas. Por isso, nunca direcione o vento diretamente para você.

Além dos problemas respiratórios, o frio em excesso pode causar problemas circulatórios, tremores e ressecamento da pele. Também pode causa rachaduras nos lábios e outros problemas dermatológicos, como a rosácea. Para evitar o problema, sempre utilize um bom hidratante para o corpo inteiro antes de dormir em ambientes refrigerados. O mesmo vale se você trabalha em escritórios muito frios, devido ao ar condicionado.

Dicas para uma boa noite de sono

Além da temperatura, outros fatores influenciam na qualidade do sono. Por exemplo:

— O quarto deve estar completamente escuro, para estimular a produção da melatonina, hormônio que regula os ciclos de sono e despertar do corpo. Vale a pena investir nas cortinas blackout, que bloqueiam completamente a entrada de luz externa no quarto.

— Elimine os aparelhos eletrônicos de dentro do quarto. Roteadores wi-fi, laptops, computadores, TVs e outros aparelhos emitem luzes e fazem um ruído baixo, além de ondas eletromagnéticas, que não se sabe se fazem ou não mal à saúde. Mantenha o quarto como um espaço exclusivo para o sono.

— Tenha um horário determinado para dormir. Cerca de duas horas antes, comece a “desligar” do mundo exterior.

— Um banho quente antes de ir para a cama pode relaxar os músculos e a mente, sobretudo se for de banheira, com seus sais de banho preferidos.

— Um copo de leite morno com mel é a receita mais tradicional para quem quer pegar no sono. Mas chás de ervas calmantes, como a camomila, o capim santo e a melissa, também podem ajudar. Consulte o seu médico se tiver dúvidas sobre que tipo de chá você pode consumir.

— O seu quarto deve ser silencioso, e o despertar, suave. Se a sua vizinhança é barulhenta demais, providencie algum tipo de isolamento acústico, como janelas duplas. A madeira também é um excelente isolante, além de dar a sensação de aconchego.

Categorias: Saúde