Suplementos Para A Função Cerebral

Suplementos Para A Função Cerebral

Suplementos, alimentação e outras intervenções não farmacológicas para melhorar a atividade cerebral são um tema muito popular nos dias de hoje. Os suplementos são provavelmente a primeira opção de muitas pessoas quando pretendem algum efeito sobre o cérebro.
Neste artigo são apresentadas algumas considerações sobre suplementos utilizados para uma melhor “careza mental”.

Clareza mental
iloveuselessknowledge_2014-11-25_11-42-50Quem tem um correto funcionamento cerebral, a chamada “clareza mental” consegue satisfazer estes requisitos:
– Não ter dor de cabeça e não sentir tonturas ou vertigens. Por outras palavras é necessário ter a pressão arterial normal na cabeça.
– Conseguir ter capacidade de concentração.
– Ficar acordado sem sentir tremores e sem necessitar de nenhum estimulo.
– Ausência de qualquer euforia ou depressão.

De uma forma simplista, para conseguirmos estar bem mentalmente temos de estar acordados e focados, sem fazer nenhum esforço.

Suplementos para o cérebro
Agora que já foi esclarecido o que se entende por clareza mental, é necessário abordar quais os suplementos podem ser usados para melhorar a atividade cerebral e determinada situação. Estes suplementos destinados a impulsionar a função cerebral são designados estimulantes cognitivos.

125– Dor de cabeça
A dor de cabeça pode ser resultado da existência de um excesso de estímulos, como por exemplo luz muito brilhante ou consumo de álcool em excesso. Se a dor de cabeça resultar da existência de um estímulo a solução óbvia é eliminar e evitar esse estímulo. Um dos suplementos mais usados nesta situação é a cafeína. A cafeína permite reduzir o fluxo sanguíneo na cabeça e assim diminuir a dor. Pessoas que consomem frequentemente café podem sentir dor de cabeça se não tomarem cafeína em quantidade suficiente, o que é um problema uma vez que existe uma habituação, um vicio em cafeína. Por outro lado se a pessoa que toma cafeína não costuma tomar café pode sentir um pouco de dor de cabeça uma vez que esta substancia tem propriedades estimulantes.

– Sensação de sedação ou sonolência
O organismo necessita tanto de períodos se sono como de vigília. Tem de existir um equilíbrio nos dois para haver saúde e bem estar e se um é perturbado o outro é influenciado negativamente. Se o problema é adormecer a melatonina é a substância que deve ser administrada. É um composto que existe naturalmente no organismo e tem capacidade de induzir o sono. Outra opção é a oleamida, mas esta é mais cara que a melatonina. Se por outro lado o problema é manter-se acordado, ou seja, no período de vigília, é necessário recorrer a estimulantes, sendo que a cafeína é de longe o mais popular.

– Estresse
O estresse é muito difícil de abordar em relação à suplementação uma vez que é um processo muito complexo. Mas existe uma classe de suplementos conhecidos por adaptogenos que parecem diminuir alguns tipos de estresse quando consumidos antes do evento estressante. Os mais conhecidos são o Panax ginseng e a Rhodiola rosea.

– Melhorar a clareza mental
Não existe nenhum medicamento especifico para melhorar a função cerebral. Existem alguns suplementos que se pensa serem eficazes na melhoria da clareza mental. Um exemplo destes suplementos é a combinação de L-teanina, também designada 5-N-etil-glutamina, com cafeína.

Categorias: Alimentação, Saúde