Tratamento natural para a ansiedade e síndrome do pânico

Tratamento natural para a ansiedade e síndrome do pânico

Os transtornos da ansiedade, como a síndrome do pânico, precisam de acompanhamento médico e psicológico, mas você pode associar o tratamento convencional a remédios e práticas saudáveis e naturais.

Dessa forma, será possível depender por menos tempo de ansiolíticos, minimizar os efeitos colaterais da medicação, melhorar a qualidade de vida e alcançar a cura de muitos – ou de todos – os sintomas mais rapidamente.

O que é a Síndrome do Pânico

A Síndrome do Pânico tem se tornado cada vez mais freqüente e seus sintomas são muito debilitantes. Geralmente, os pacientes apresentam os sintomas pelo menos quatro vezes por mês.

Algumas pessoas, sobretudo quem sofre de depressão e ansiedade, ou que passa por momentos estressantes na vida, apresentam episódios isolados de pânico, que não significam que a pessoa tem a Síndrome. Mas se o paciente tem constantes crises de pânico e ansiedade, é necessário procurar ajuda médica.

Entre os principais sintomas estão:

— medo generalizado (de morrer, de perder o controle, de enlouquecer etc.)
— ânsia de vômito
— palpitações
— vertigem
— tremores
— dificuldade de interagir com outras pessoas (fobia social)
— dificuldades de concentração
— taquicardia (coração acelerado)
— arritmia (coração em descompasso)
— sensação de desamparo e desespero sem causa aparente.

Chás recomendados para a Síndrome do Pânico

A seguir, apresentamos um tratamento descrito no livro “Manual Prático de Tratamentos Naturais”, de Daniel Boarim. É importante seguir a sequência recomendada no livro.

Chá de camomila: Você pode tomar uma xícara do calmante chá de camomila três vezes ao dia, durante dois dias.
Chá de erva-cidreira com folha de laranjeira: continue o tratamento com três xícaras por dia, também duas vezes ao dia.
Chá de alfazema: apenas por um dia, duas vezes ao dia.
Chá de casca de maçã adoçado com mel: durante dois dias, três vezes ao dia.

Após realizar toda essa sequência, repita, começando do chá de camomila.

Outras práticas salutares

Algumas vezes, suplementos alimentares e vitamínicos ajudam na recuperação, quando a depressão e ansiedade generalizada chegaram ao ponto de alterar a bioquímica do cérebro. Converse sobre seu médico naturopata sobre as melhores opções.

Adotar uma alimentação baseada em legumes, verduras, frutas e grãos integrais e diminuir o consumo de carne vermelha, frituras, doces e alimentos industrializados também contribui para a saúde como um todo e aumenta a sensação de bem-estar, combatendo a ansiedade.

Um sono saudável, entre as 20h da manhã e as 7h da manhã, também ajuda muito para a recuperação do corpo e da mente. O fumo e o álcool, apesar de eliminarem momentaneamente os sintomas, só pioram o problema.

Exercícios físicos contra a Síndrome do Pânico

A ansiedade que muitos pacientes sentem pode ser minimizada com a prática de exercícios físicos. De início, comece com exercícios suaves, como a caminhada ao ar livre. Aumente a distância percorrida gradativamente. A natação e a hidroginástica também ajudam, porque a água é calmante.

Exercícios que fortaleçam a região do tronco também são recomendados, para melhorar o tônus muscular e devolver ao paciente uma maior sensação de controle e poder pessoal saudável. O pilates e a ioga são boas sugestões nesse sentido.

Se você tem Síndrome do Pânico, procure ajuda o mais rápido possível. O problema não se resolve sozinho e tende a piorar se não houver tratamento adequado.

Categorias: Saúde